Hiperidrose

Esse nome complicado, hiperidrose, também chamado de sudorese, é usado para indicar a transpiração excessiva, quando alguém transpira além do que é necessário para regular a temperatura do corpo. À primeira vista não parece tão sério, mas a verdade é que a hiperidrose pode trazer muitos problemas físicos e emocionais.

Os pacientes podem suar mesmo em repouso. A sudorese é uma condição normal do nosso corpo e ajuda a manter a temperatura. É normal suar quando está calor, ou durante a prática de atividade físicas, ou em certas situações específicas, como momentos de raiva, nervosismo ou medo.

Porém, a sudorese excessiva ocorre mesmo sem a presença de qualquer desses fatores. Isso porque as glândulas sudoríparas dos pacientes são hiperfuncionantes. As hiperidrose pode decorrer de diferentes causas, como fatores emocionais, hereditários ou doenças. Diferentes regiões do corpo podem ser acometidas pela hiperidrose: axilas, palma das mãos, rosto, cabeça, sola dos pés e virilha.

Quando há transpiração extrema, esta pode ser embaraçosa, desconfortável, indutora de ansiedade e se tornar incapacitante. Pode perturbar todos os aspectos da vida de uma pessoa, desde a escolha da carreira e atividades recreativas até relacionamentos, bem-estar emocional e autoimagem.

hiperidrose

Causas:
Suar ajuda a manter o corpo frio. Todas as pessoas suam, especialmente em dias em de temperaturas muito altas, após exercícios físicos ou durante uma situação estressante, que deixe a pessoa muito nervosa, com raiva, envergonhada ou com medo.

No entanto, o suor excessivo também pode ocorrer em outras situações. Pessoas com hiperidrose parecem ter glândulas sudoríparas superativas. O suor incontrolável pode levar à sensação de desconforto significativo, tanto físico como emocional.

Quando o suor em excesso afeta as mãos, pés e axilas, é chamado de hiperidrose primária ou focal. A hiperidrose primária afeta de 2% a 3% da população. Ainda assim, menos de 40% dos pacientes com essa condição busca auxílio médico. Na maioria dos casos de hiperidrose primária, nenhuma causa é encontrada, o que leva os médicos a acreditarem que trata-se de um problema hereditário.

Se a sudorese ocorre como resultado de outra condição médica, é chamada hiperidrose secundária. O suor pode ocorrer em todo o corpo ou em apenas uma área. Entre as condições que podem causar hiperidrose secundária estão:

Acromegalia
Condições associadas à ansiedade
Câncer
Síndrome carcinoide
Determinados medicamentos e substâncias de abuso
Distúrbios de controle de glicose
Doença cardíaca
Hipertireoidismo
Doença pulmonar
Menopausa
Doença de Parkinson
Feocromocitoma
Lesão na medula espinhal
Derrame
Tuberculose ou outras infecções

hiperidrose-causas

As pessoas que transpiram excessivamente podem sentir também a ocorrência de odor do corporal em decorrência do suor excessivo que é produzido. O odor do corpo também pode ser afetado pelos alimentos que ingerimos. Sabe-se que os alimentos com fortes odores, como alho ou curry, podem trazer um cheiro desagradável ao suor.

O odor normal do corpo pode ser restaurado através de banhos diários ou através do uso de antitranspirantes que funcionam como uma proteção para o odor do corpo reduzindo o suor e as bactérias que causam o cheiro desagradável.

Sintomas:
O principal sintoma da hiperidrose é o suor excessivo, seja em todo o corpo, sejam em áreas localizadas, como axilas, mãos, pés ou rosto.

Quando o suor excessivo aparece em um local especifico do corpo, como palma das mãos, pés, axilas, rosto, sob os seios, no couro cabeludo ou outras partes do corpo com muitas glândulas sudoríparas, trata-se da hiperidrose localizada. Mas existe também a hiperidrose generalizada, que é quando se transpira muito por todo o corpo.

Diagnóstico:

Há dois tipos de hiperidrose, primária focal e secundária generalizada. A hiperidrose focal aparece na infância ou adolescência, geralmente, nas mãos, pés, axilas, cabeça, ou rosto. As pessoas não suam quando dormem, ou em repouso. Normalmente há mais pessoas na mesma família com o mesmo problema. A hiperidrose primária focal afeta de 2 a 3% da população, no entanto, menos de 40% dos pacientes com essa condição consultam um médico.

O outro tipo é a hiperidrose secundária generalizada. Este tipo de transpiração excessiva é causado por uma condição médica, ou é efeito colateral de uma medicação. Ao contrário da hiperidrose focal primária, as pessoas com hiperidrose secundária suam em todas as áreas do corpo ou em áreas incomuns. Outra diferença fundamental entre os dois tipos de hiperidrose é que pessoas com hiperidrose generalizada secundária podem transpirar excessivamente durante o sono.

A hiperidrose secundária começa na fase adulta. O tratamento deste tipo de sudorese envolve primeiro determinar a causa da condição, seja outra doença ou uma medicação.

Há dois testes para se descobrir o tamanho da hiperidrose. O teste de amido-iodo, que consiste em uma aplicação de uma solução de iodo para a área suada e, após secagem, o amido é aspergido sobre a zona. A combinação amido e iodo com o suor deixa a região cor azul escuro. O outro método é o do papel de teste. Um papel especial é colocado sobre a área afetada para absorver o suor, e depois é pesado. Quanto mais peso tiver, mais suor se acumulou.

Tratamento:
Veja alguns tratamentos disponíveis e que podem ser prescritos por um dermatologista.
Antitranspirantes: sudorese excessiva pode ser controlada com fortes antitranspirantes.

Medicamentos: drogas anticolinérgicas ajudam a impedir a estimulação das glândulas sudoríparas, mas, embora eficazes para alguns pacientes, é pouco receitado. Os efeitos colaterais incluem boca seca, tonturas e problemas com a micção. Os beta-bloqueadores ou benzodiazepínicos pode ajudar a reduzir a transpiração relacionada ao estresse.

Iontoforese: Este procedimento usa eletricidade para “desligar” temporariamente a glândula do suor e é mais eficaz para a transpiração das mãos e dos pés. As mãos e os pés são colocados em água e, em seguida, liga-se uma leve corrente elétrica. Esta é gradualmente aumentada até que o paciente sente uma sensação de formigamento. A terapia dura entre 10 e 20 minutos, e requer várias sessões. Os efeitos colaterais, embora raro, incluem bolhas e rachaduras da pele.

Toxina botulínica tipo A: A toxina botulínica purificada pode ser injetada na axila, nas mãos ou nos pés para bloquear temporariamente os nervos que estimulam a sudorese.

Simpatectomia torácica endoscópica (STE): em casos graves, pode-se recomendar um procedimento cirúrgico, que é minimamente invasivo. Isso ocorre quando outros tratamentos falharam. Este procedimento desliga o sinal que diz ao corpo para suar excessivamente, normalmente realizado em pacientes cujas palmas das mãos suam excessivamente. Também pode ser usado para tratar a extrema transpiração do rosto. STE não funciona igualmente bem para quem tem sudorese excessiva nas axilas. A principal complicação é começar a suar em outras áreas do corpo, onde isso não ocorria anteriormente.

hiperidrose-tratamento

FICA A DICA
* A hiperidrose não é grave, mas pode comprometer a qualidade de vida. Procure um médico e faça o tratamento ideal para o seu caso. Um indivíduo é diferente do outro.

* Você pode tratar a parte física, mas lembre-se da emocional. Pense em encarar um acompanhamento psicoterápico.

MITOS

Transpirar muito emagrece.
O uso de antitranspirante pode causar câncer.
Desodorantes e antitranspirantes possuem as mesmas funções.
Receitas caseiras como amido de milho e limão ajudam a combater o mau odor da transpiração.
VERDADES
Quando transpiramos estamos apenas perdendo água.
Não existe evidência científica que comprove esta relação. Os antitranspirantes são produtos seguros e não causam problemas a saúde Informações: www.antiperspirantsInfo.com
Enquanto os desodorantes auxiliam no combate ao mau odor, os antitranspirantes, além de possuírem essa função, também atuam no controle da transpiração.
Além de não ajudar, estas receitas podem causar danos à pele. Recomenda-se o uso de antitranspirantes.
Elas podem até minimizar o mau odor porque reduzem a quantidade de bactérias que causam o mau cheiro, mas eles não evitam a transpiração.
A temperatura ambiente, quando elevada, pode influenciar no aparecimento da sudorese, mas é errado dizer que é a causa da hiperidrose.

Gostou do artigo? Veja também nossos outros conteúdos.

Queda de cabelos
Acne na mulher adulta
Unhas fracas
Como tratar pele ressecada
Como evitar olheiras
Alergias na pele

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário comentário

Fear Itself Speech 修改 文章 英文 click through the following web site | Advanced Trading Tools · Learn How to Trade opciones binarias demo click here now
Loan Canada go credit visit their website